Novidade no Setor Subaquático: certificação para operador de ROV

O processo de certificação do Setor Subaquático considera três níveis de formação

Os operadores de Veículos Remotamente Operados (ROVs) já podem se qualificar, na Abendi, como inspetores de Medição de Espessura e Potencial Eletroquímico. A novidade surgiu após a revisão da NA-003 (Norma Abendi do Setor Subaquático) que, até então, só permitia esses exames para mergulhadores profissionais. Capazes de realizar inspeções em estruturas marítimas submersas diversas, como plataformas, cascos de navios,  dutos rígidos e flexíveis, entre outros, os ROVs vêm conquistando cada vez mais espaço, principalmente em condições insalubres, como grandes profundidades.  Em breve, também será disponibilizado o Ensaio Visual (EV) para esses operadores.  Acesse o site da Abendi, clique em certificação, e inscreva-se já.

Certificação no Setor Subaquático – O processo de Certificação no Setor Subaquático considera três níveis de formação (1, 2 e 3), qualificando profissionais nos seguintes métodos: Ultrassom por Medição de Espessura (US-ME), Partículas Magnéticas (PM), Ensaio Visual (EV), Potencial Eletroquímico e ACFM. Vale destacar que a aplicação dos exames submersos, que evolvem EV e PM, acontece em tanques de mergulho, oferecendo toda a infraestrutura necessária à formação de quem pretende trabalhar, por exemplo, com manutenção de plataformas e ambientes marítimos.