Governo de SP muda ‘fórmula’ para privatizações e deve movimentar R$ 18 bilhões

A iniciativa buscará capital de financiadores, inclusive, internacionais

As crises política e econômica que atingem o Brasil nos últimos quatro anos, com escândalos de corrupção envolvendo empreiteiras, construtoras e obras públicas, como a Lava Jato, fizeram o governo de São Paulo repensar o modo de realizar concessões e parcerias público-privadas, segundo a subsecretária de Parcerias e Inovações, Karla Bertocco. Até então voltadas para construtoras, as iniciativas passaram a ser desenvolvidas para buscar o capital de financiadores, como investidores, inclusive internacionais. Saiba mais.