Encontro Mercosul de Normalização focou principais técnicas de END

O grupo se reunirá, novamente, em agosto de 2018, em São Paulo

Especialistas brasileiros e argentinos integraram o 21.º Encontro Mercosul de Normalização, realizado ontem na faculdade de engenharia da Universidade Nacional de Comahue, em Neuquén, na Argentina. Por conta do atual cenário econômico, os representantes do Brasil participaram das discussões via WebEx, com ponto focal na Abendi. A seguir, saiba quais foram os principais assuntos abordados:

 

Métodos Superficiais:

1- revisão e atualização da NM 328 – Ensayos no destructivos. Partículas magnetizables. Terminología, segundo a ISO 12707:2016 Non-destructive testing. Magnetic particle testing. Vocabulary. O consenso foi fazer a adoção idêntica da norma ISO em questão, com a inclusão de um anexo e um índice dos termos faltantes;

2- Revisão da NM 334 Ensayos no destructivos. Líquidos penetrantes. Detección de discontinuidades. Actualización conforme a ASTM E165-12 y propuestas de última reunión Mercosur. O Brasil encaminhará, à Argentina, comentários sobre os itens que merecem análise;

3- Revisão de Normas Mercosul. Os especialistas brasileiros entendem que, no momento, a prioridade é a verificação das seguintes normas de terminologia: NM 327:2011 Ensayos no destructivos. Líquidos penetrantes. Terminología e NM 329:2011 Ensayos no destructivos. Ensayo visual. Terminología. Além disso, o Brasil ficará responsável pelo estudo da NM 327, adotando a ISO 12706 Non-destructive testing — Penetrant testing — Vocabulary, com a inclusão do anexo informativo Mercosul, logo após o término da revisão da NM 338. No caso da NM 329, como não existe a norma ISO relacionada ao assunto, o Brasil optou pela confirmação da norma Mercosul.

Emissão Acústica:

1-  Adoção da ISO 18081 Non-destructive testing — Acoustic emission testing (AT) — Leak detection by means of acoustic emission;

2- A Argentina propôs, como próximo tema de estudo Mercosul, corrosión de recipientes metálicos llenos de liquido tomando como base a EN 15856 Non-destructive testing. Acoustic emission. General principles of AE testing for the detection of corrosion within metallic surrounding filled with liquid. O assunto será analisado pelo Brasil no início de 2018, após revisão das NMs em revisão sistemática.

3- Foi decidido que as normas Mercosul NBR NM 302, 303, 304 e 333 precisam ser revisadas. O Brasil fará esse trabalho, paralelamente à tradução e análise da ISO 18081.

Radiografia Industrial:

1- Adoção da série ISO 19232 Non-destructive testing – Image quality of radiographs.

Ultrassom:

1- Revisão da NM 335 – Ensaios não destrutivos – Ultrassom – Terminologia, com base na ISO 5577:2017. A atividade ficará sob a responsabilidade do Brasil, que adotará a norma ISO com a inclusão de um anexo informativo, contendo as diferenças e o índice alfabético;

2- Proposta de Estudo: ABNT NBR 16553:2016 Ensaio não destrutivo – Ultrassom – Phased array – Terminologia (Baseada em EN 16018:2011).  A Argentina prefere tomar como base, para essa análise, a EN 16018 Non-destructive testing. Terminology. Terms used in ultrasonic testing with phased arrays, já que é um tema bastante solicitado no mercado, por contemplar desde os termos básicos até os mais complexos;

3- As normas NM 330:2011 Ensayos no destructivos. Ensayo por ultrasonidos – Principios generales e NM 336:2012 Ensayos no destructivos. Ultrasonidos en soldadura – Procedimiento serão submetidas à uma revisão sistemática.

 

O próximo encontro acontece no dia 30 de agosto de 2018, durante o Congresso Nacional de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção (Conaend&IEV), da Abendi, em São Paulo.