BNDES financiará construção de complexos eólicos no Nordeste

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento global de R$ 1,037 bilhão para construção de três complexos eólicos nos estados da Bahia e do Ceará. Eles terão potência instalada total de 311,3 megawatts (MW), suficiente para abastecer cerca de 700 mil residências.

A construção será feita pelos grupos EDF, Enel e Aliança, subsidiária da Vale e da Cemig. As condições do BNDES de suporte ao setor eólico, aplicadas a estes projetos, envolvem um apoio de até 70% dos itens financiáveis, com custo 100% vinculado à Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP). O Banco também poderá avaliar a subscrição de até 100% de debêntures de infraestrutura emitidas pelo projeto.

Os parques contribuirão para a diversificação da matriz energética brasileira com uma geração limpa e renovável. Os projetos também auxiliam o país a cumprir as metas de redução de emissões de gases do efeito estufa, com as quais se comprometeu no Acordo de Paris.  Saiba mais, clique.