ESTUDO ESTIMA COMO SERÁ A DEMANDA POR ENERGIA NOS PRÓXIMOS 36 ANOS

De acordo com o Plano Nacional de Energia, a estimativa é que a demanda total por energia no país cresça 2,2% ao ano até alcançar o número de 605 TEP (toneladas equivalentes de petróleo) em 2015.

Atualmente, o consumo é de 267 milhões de TEP, segundo informações da EPE (Empresa de Pesquisa Energética).

Por outro lado, o consumo de gás natural deverá atingir 11,2% da matriz energética brasileira, somando 212 milhões de m³ por dia em 2050.

O estudo mostra também que, a partir de 2040, o consumo de etanol se estabilizará em 60 bilhões de litros, enquanto a procura por gasolina cairá para 42 bilhões de litros em 2050.

O declínio deve-se ao avanço na eletrificação do transporte, que passará a atender cerca de 5% da demanda no setor de transportes. Os carros híbridos serão mais de 50% da frota total.